AUTENTICAR
Jorge Cunha

Jorge Cunha

Digital Analytics "Evangelist"

Consultor de CRM

Criador do projeto Press2ReleaseWeb.com


Sempre ligado a implementações de soluções de negócio, muito focado no cliente.

Descobriu que tinha uma paixão pela Web em 2006 e desde então que desenvolve uma atividade de Marketing Digital, muito focado na Web Analítica sendo o seu lema “Medir para Gerir o Marketing Digital”

Criador do projeto Press2ReleaseWeb.com Criou um projeto especial de comunicados de Imprensa Online em 2010 o site http://press2releaseweb.com.

 

Linkedin Twitter Facebook

Medição e análise do Marketing Digital

3 Pontos-chave que deves ter em especial atenção no Marketing Digital

Nos dias de hoje com o aumento da exposição das organizações aos canais digitais é importante que se estabeleça o que se vai medir e o porquê.

 1º Público-alvo 

O meu público-alvo está aumentar ou a diminuir nas últimas semanas em comparação com o mesmo período do ano transato.

Para uma análise mais coerente deve-se verificar se houve aumento ou diminuição de conversões e aumento das taxas de rejeição (Bounce Rate).  Também se deve ter em conta se o número de páginas por visita está a aumentar na área do website que queremos, pois um nº elevado de páginas por visita na zona de suporte indica que as pessoas não estão a encontrar o que procuram.

No Google temos dados, que bem segmentados podem ser uma mais-valia para as organizações, porque melhoram:

- Aumento da procura de informação em 1º lugar no website

- Aumento das taxas de conversões por objetivos

- Aumento da satisfação do cliente nos canais digitais

2º Conversões

As conversões no nosso website podem ser macro ou micro, macro podem ser venda no website,  pedido de contacto “Lead”. As  micro conversões são igualmente importantes porque queremos ter mais pessoas interessadas em receber as nossas comunicações de acordo com o seu desejo.

 As conversões são todas as ações que queremos que os nossos visitantes façam como por exemplo:

  • Comprem na nossa loja online para empresas B2C
  • Subscrevam o nosso cartão promocional
  • Subscrevam a nossa newsletter para a nossa organização B2B

Se não estabelecermos objetivos para  a nossa organização, nunca conseguiremos lá chegar .

Exemplo:  Para a loja online queremos ter mais de 2% de conversão, logo teremos que otimizar as páginas de destino que levam à conversão.

3º Segmentação dos dados

A segmentação é muito importante para colocar as diferentes camadas de dados em contexto para distinguir  o que interessa.

Os dados tem de estar contextualizados, porque se não o fizermos caímos no erro de analisar coisas diferentes e tratá-las como iguais .

O exemplo disso é tratar da área de “Lead generation” do Website, como se fosse a área de suporte.

A segmentação permite-nos verificar quais as localizações dos públicos-alvo que convertem mais numa determinada campanha. Saber quais as campanhas com mais impacto para o nosso objectivo é de extrema importância.

Os comportamentos do público-alvo, juntamente com a sua localização e idioma são muito importantes para percebermos como interagem com o Website.

 Deveremos tratar visitantes anónimos e visitantes registados como anónimos? Em termos de análise e na prática o seu comportamento é muito diferente.

Mas de forma constante deve-se verificar qual o caminho para a conversão, qual o “touch point” mais importante para o visitante converter e não converter.

Deve também analisar de forma consistente o comportamento do utilizador do Website.

Segundo o meu autor preferido o Avinash Kaushik  “Segment o r Die”!  

Web Marketing - Parte II

Webmarketing_artigo 2

Blogues, Fóruns

Estes permitem que nós, ao colocarmos conteúdo este deve ser dar conhecimento e ouvir as opiniões de pessoas que nos visitam. Estes blogues devem ter artigos com menos de 500 palavras (podem existir excepções á regra) deve ser combinado com texto e imagem para ser agradável a vista das pessoas. Lembre-se que hoje em dia existe muito a chamada leitura em Z e temos de tentar captar a atenção de quem nos visita. É uma óptima forma de apresentar-nos e mostrar o que fazemos e que produtos e serviços podem ser de valor para o cliente e que nos diferencia da restante concorrência.

Redes Sociais

Com desenvolvimento da tecnologia na Internet, permitiu que o utilizador da Internet fica-se no centro da Web, desta forma podem produzir conteúdos e estabelecer uma comunicação em tempo real. Para que as empresas utilizem este meio é preciso verificar a sua necessidade, pois estes meios são mais adequados B2C do que a B2B, mas cada caso é um caso. Ter sempre em mente que tem de haver comunicação e permitir que as pessoas entrem nesta “conversa” Deve ter em conta que deve utilizar com algum tacto e estratégia. Como as redes sociais estão abertas e pretendem que assim fiquem, desta forma colocam-se também, outras questões tais como definir uma politica, para o uso de redes sociais por parte dos colaboradores, as grandes empresas mundiais, mas as PMEs também deverão ter em conta.
No fundo é mais uma forma de comunicação, só que desta vez podemos ouvir a VOZ do Cliente, ou, potencial cliente, resta pois salientar que outros meios de comunicação não o permitem.

Web Analytics

Depois de todas as campanhas e testes efectuados com usabilidade temos de efectuar de medir os resultados de forma a conseguir atingir os objectivos a que nos propomos.
Temos de responder a determinadas questões:
• Como chegam os nossos visitantes?
• Porquê?
• O que paginas tem mais e menos interesse.
• Quais os objectivos
• Que retorno tem para o seu negócio.
Esta análise vai-nos permitir saber o custo de aquisição de novos clientes e também a taxa de conversão das nossas campanhas. Se for uma campanha através do vosso blogue e a pessoa tiver lido através do leitor de Rss é necessário adicionar estes resultados aos nossos relatórios para poder analisar as fontes e os retornos respectivos.

Web Marketing ROI

Para as empresas é importante que esta medição, se faça embora, não seja fácil se a empresa não tem uma filosofia de eBusiness para medir também as conversões offline.
Vejamos algumas perguntas que a pessoa mais importante da empresa (PMIE):
• Qual a campanha que deu maior retorno?
• Qual o custo de aquisição de novos clientes?
• Qual o valor/numero de Cross-Selling e Up-Selling?
• Qual a eficácia no segmento seleccionado para campanha?
Na próxima vez irei abordar cada um destes tópicos conforme for oportuno.

 

 

Web Marketing

Num mundo cada vez mais online em que os consumidores e utilizadores da Internet, passam cada vez mais tempo e efectuam as suas decisões de compra, após consulta informada na Internet. Derivada a esta crescente importância, o Web Marketing tem e irá assumir cada vez mais importância para as empresas e indivíduos.

WebMarketing1

 

A meu ver o Web Marketing divide-se em diferentes áreas:
• Optimização de motores de pesquisa (SEO – Search Engine Optimization )
• Anúncios na Internet (PPC – Pay Per Click)
• Email Marketing
• Blogues, Sites, fóruns, micro-sites
• Redes Sociais
• Twitter (comunicação em tempo real)
• Web Analytics

Vamos só falar em SEO e PPC e deixar as outras áreas para outra altura.

SEO
Não existe fórmulas secretas para o êxito, cada negócio deve ser encarado e analisado em concreto. No essencial deve haver uma estratégia empresarial e recursos para poder adequar uma estratégia que faça a diferença. Vejamos o SEO tem de ser medido no médio prazo, porquê? Porque existem alguns factores a considerar:

• O Site é novo?
• Está a ser adequado, as palavras-chave (Keywords) que interessam ao negócio?
• Está optimizado?
Existem também outros factores a considerar, tal como a usabilidade do Site.
De lembrar que para o motor de pesquisa todas as páginas do nosso Web Site são paginas de destino (Landing Pages).

PPC
Os anúncios na Internet são uma forma de publicitarmos o nosso bem, serviço e colocarmos uma adequada Landing page para podermos efectuar uma boa conversão. Derivado por vezes a falta de recursos humanos de uma empresa por vezes é necessário efectuar investimento unicamente em anúncios na Internet estes podem ser por:

• Contextualização, ou seja, a pessoa quando efectua a pesquisa de uma palavra ou + que uma exemplo: Web Marketing

• Por colocação em site, normalmente neste coloca-se em sites de referência e portais que tenham que ver com o nosso negócio

É Claro para uma análise efectiva deve-se usar uma ferramenta de análise e esta vai permitir uma melhor gestão das campanhas efectuadas e dirigir os seus esforços para aquela página que não está optimizada e aquela keyword que necessita de uma pagina de destino adequada.

WebMarketing2

Nós próximos artigos iremos continuar a falar dos restantes e não menos importantes do Web Marketing.

Web Analytics

Definição Web Analytics  “The measurement of data as it relates to an Internet site, including the behavior of visitors, the amount of traffic, the conversion rates, web server performance, user experience, and other information in order to understand and proof of results and continually improve the results of a site towards a set of objectives.”(in WebTrends) Deixo aqui o link da Associação de Web Analytics (http://www.webanalyticsassociation.org/resource/resmgr/PDF_standards/WebAnalyticsDefinitionsVol1.pdf)

A Web Analytics é a forma de medir se o objectivo do WebSite está a ser cumprido, ou seja, para um negócio será obter novos clientes, reter e acrescentar valor ao seu cliente para rentabilizar o seu negócio, para uma organização sem fins lucrativos será satisfazer as pessoas que servem a sua organização e captar benfeitorias.

No fundo poderei dizer “o que não pode ser medido não pode ser melhorado “(Lord Kelvin), ou ainda ”medir é conhecer” (Lord Kelvin), quantas vezes pensaste que uma determinada página Web do teu Web Site de que gostas, afinal não é o que os teus visitantes gostam, esta medição é nos dada por esta tecnologia que pode ser de diferentes formas ou em combinação. Ambas com vantagens e desvantagens, mas que podem ser complementares, estou a comparar as duas mais usadas as que utilizam os ficheiros dos servidores Web e a outra que hoje em dia é a mais usada que se chama “In page tagging” que é a colocação de um código para que a informação seja enviada para um servidor Web, aquando da visita ao teu Web Site, depois os Web Servers processam os dados (estes dados não contêm dados pessoais dos visitantes).

Falar de Web Analytics é um tema que me apaixona, porque podemos saber desde o mais simples, que é número de visitantes e qual o seu crescimento ao longo do tempo. Mas também podemos saber métricas que nos ajudam a analisar quais as páginas com mais interesse pelos visitantes assim como aquelas que precisam de ser melhoradas.

Vejamos como é muito interessante saber qual a rede social que tem mais retorno para o Web Site e quais os Web Sites que servem de referência, vejamos o exemplo do meu blogue:

Sem título_1

Concluímos que a rede social Linkedin, tem sido à que tem mais visitas e mais tempo no site, poderemos também tirar outras conclusões e com estes dados tomar decisões.

Podemos também optimizar quais as keywords (palavras-chaves) que nos trazem mais tráfego vejam a imagem :

Sem título_2

Poderemos ver quais as keywords mais relevantes aqui na imagem com menos Bounce Rate, ou seja, visitaram páginas do blogue e permaneceram pelo menos mais de 10 segundos (esta é a norma, mas pode ser diferente). É também interessante saber que as páginas por visita são maiores que 1, mas este retrato permitiu conduzir uma optimização do blogue de forma a melhorar os resultados, mas leva o seu tempo. Vejam por favor o artigo anterior sobre SEO aqui no Marketing Portugal.

Podem ver-se as diferentes  campanhas na imagem em baixo, esta vai permitir uma maior visibilidade e trazer tomadas de decisão.

Sem título_4

Vejam também o meu artigo no meu blogue sobre como colocar as “tags”  

 

Assinar este feed RSS