AUTENTICAR
Pedro Ramos

Pedro Ramos

Apaixonado por tudo que envolve digital marketing e que seja criativo o suficiente para ser “out-of-the-box".

Trabalha em Marketing Digital desde 2012, ano de criação da D'ouro Musa mas em 2015 com a integração na MM+A Branding ganhou outras responsabilidades como gestor de redes sociais e campanhas digitais de clientes como: L’Oréal Professionnel, Jean Louis David, vinhos Aveleda, Casal Garcia, EsferaSaúde, entre outros.

 

linkedin_logo_autor  

SOCIAL MEDIA STRATEGY 101

 

Social Media

"A social media strategy defines the relationships, their value and sets out a plan to harness them to achieve a particular goal or set of goals." (Gary Fox)

Atualmente o social media assume uma popularidade enorme nas estratégias de marketing das marcas, mas porquê? Podemos dizer que a necessidade de visibilidade e a famosa frase de "se não está no facebook, não existe!", ajudam muito neste caso, mas para grande parte dos gestores de topo, o facto de querer entrar no social media prende-se com os custos ligeiramente mais reduzidos deste canal de marketing e também pela facilidade de chegar a "alguns" clientes por esta via.

Alguns estudos apresentam razões um pouco mais complexas, mas que se pensar bem podem não ser assim tão fáceis de concretizar: controlo sobre o que é falado da marca, controlo sobre as relações comerciais, a necessidade de adaptação a novas tecnologias e ainda o facto de os clientes estarem nas redes sociais.

"Companies should focus more on how to be social, and less on how to do social media."

Mas como construo uma estratégia de social media que realmente funcione? Existem por esse mundo online várias hiperligações com estratégias baseadas em 4,5,6,7 e 8 passos e que no meu entender podem estar todas corretas, depende sim da forma como olhamos para a nossa marca e como queremos realmente delinear esta estratégia, ou seja, bem ou mal ;)

Pessoalmente defendo uma estratégia com 8 passos (+1 extra):

  1. Defina as metas a alcançar:
    Defina para onde quer ir, qual o propósito para estar nas redes sociais, o porquê do seu esforço para manter este canal de marketing ativo. Podemos definir diversas metas a atingir, aumentar vendas, aumentar o tráfego no website ou outras, no entanto é importante não dispersar na quantidade de metas a atingir, é importante focar os nossos esforços em duas ou três.
  1. Estabeleça objetivos (S.M.A.R.T.):
    Depois de definir as metas é necessário definir objetivos tendo em conta as anteriores, esta é a altura em que atribuímos tangibilidade às nossas metas, por exemplo, se a nossa meta é aumentar vendas, um dos nossos objetivos poderá ser: aumentar o preço médio no carrinho em 10%. Uma das maiores dificuldades nesta etapa é não sermos demasiado ambiciosos, daí o meu conselho: adote a estratégia S.M.A.R.T. (simple, measurable, attainable, realistic and time based) para a definição de objetivos. (http://topachievement.com/smart.html)
  1. Estude a concorrência, o sector e as tendências:
    Muitas vezes achamos que a concorrência não nos ensina nada, errado! A concorrência ensina-nos coisas extremamente valiosas, sejam elas positivas ou negativas, ajuda-nos a evitar erros que eles já cometeram, por exemplo. Este estudo da concorrência, do sector e das tendências têm 3 principais objetivos: conhecer o ambiente á nossa volta, conhecer os pontos a evitar e ainda os pontos por onde podemos inovar o nosso negócio.
  1. Humanize os seus clientes (crie personas):
    Quando estabelece uma conversa, normalmente sabe quem é o seu interlocutor certo? No social media se queremos que o nosso público-alvo esteja atento ao que publicamos e interaja com a nossa marca convêm que "falemos" para eles. Daí a importância deste ponto, construa um "protótipo" de cliente-alvo e quando estabelecer (mais á frente) o plano de conteúdos tenha em atenção que estará a falar para a pessoa que construiu nesta fase.
  1. Descubra a sua mensagem, o seu território:
    Ok, já sabe o que a concorrência faz, já conhece as tendências e já têm uma pessoa com quem falar, agora vamos perceber sobre o que vai falar. A concorrência está bem posicionada em um território específico? Pode criar mensagens em outro território por forma a criar awareness para a sua marca e assim posicionar-se? Possivelmente o caminho será mesmo esse. Um exemplo, o sector das cervejas está muito monopolizado pela Super Bock e Sagres, no entanto ambas se posicionam em dois territórios muito específicos, a Amizade e o Futebol, deixam assim espaço para que outras marcas se posicionem em territórios diferentes e que tudo tem a ver com a bebida em questão, por exemplo o território da gastronomia.
  1. Escolha os canais:
    É um erro criar contas em todos os canais de social media disponíveis, quase de certeza não vai conseguir manter conteúdos e interação em todos. Assim, o melhor e tendo o conhecimento do público-alvo é perceber em que canais estes se encontram e criar conta nesse(s) canal(is) ou perceber se o produto/marca se enquadra no canal(is) escolhido(s). Exemplos: se o publico são jovens até aos 20 anos, o twitter faz todo o sentido, se o produto é ligado á gastronomia e/ou apelativo visualmente, o instagram faz todo o sentido.
  1. Defina os KPIs a atingir em cada canal:
    É importante manter os "pés na terra", se definiu objetivos anteriormente, estes têm de ser mensuráveis, então nesta fase deve definir quais os KPIs que quer medir em cada um dos canais por forma a perceber o sucesso ou insucesso da sua estratégia para cada um deles. Por exemplo, no facebook os kpis mais usuais são alcance e interação (engagement) mas poderá fazer sentido o número de cliques se falarmos de uma loja online. Conheça os canais e perceba o que pretende medir.
  1. Desenvolva um plano de conteúdos:
    As datas e os conteúdos que publica devem "obedecer" a um calendário, poderá criar um simples, apenas com datas especiais ou comemorativas (dia do pai, dia da mãe, etc) ou tentar ser um pouco mais profundo e definir temas a desenvolver ao longo de um ano. Alguns bons exemplos de calendários de conteúdo ou como os construir: http://bit.ly/ContentCalendar16

EXTRA: Meça os resultados e adapte:

Como qualquer ação que tome no seu negócio, o objetivo têm de ser medido para saber o que corre bem ou mal, nas estratégias de social media o caso não é diferente, meça constantemente os KPIs que definiu, adapte caso necessário a sua estratégia e lembre-se o mundo das redes sociais é muito volátil, em poucos minutos pode mudar o rumo do negócio ou a perceção que os consumidores e/ou fãs têm da marca.

Se criar um documento com estes passos estará no bom caminho para o sucesso nas redes sociais, depois tudo passa pela adaptação e pela capacidade analítica que possui, lembre-se não são apenas os números que importam, a opinião dos seus fãs é extremamente importante e pode ditar o rumo do seu negócio ou marca, afinal de contas no final são eles que compram os nossos produtos ou serviços.

 

Pedro Ramos
20 Fevereiro 2016

Assinar este feed RSS